Notícias


Publicado em:
12
3/2018

Dicas para não errar nas forminhas dos doces

Antes, os artefatos serviam apenas para proteger os doces do contato direto com as mãos. Hoje se tornaram também um objeto de decoração



Metatags:

As bases para os docinhos, atualmente, contam com uma infinidade de cores, formas e texturas, e ainda podem ser personalizadas em qualquer tema.

Em um modelo simples, quanto maior o número da forminha, menor ela será: uma forminha de tamanho número 3, por exemplo, é a mais usada em confeitarias porque é capaz de comportar um brigadeiro grande. A de número 4 cabe um doce de duas ou três mordidas, ideal para não exagerar no produto. A de número 5 é conhecida como “tamanho festa”, mais utilizada em festas infantis. E a de número 6 é a menor de todas, usada geralmente para degustação e provas.

Outra opção são as caixetas exclusivas feitas com diversos materiais. Essa alternativa pode ser personalizada e pode servir, inclusive, de lembrancinha de festa.

Fonte: Contato Comunicação


Últimas notícias

Projeto de Lei promete criar regime simplificado para startups

Empresários poderão abrir uma startup ou encerrar suas atividades pelo site do Governo Federal.
Leia Mais

Abinc cria Comitê de Manufatura para incentivar o uso da Internet das Coisas

Objetivo é convencer a indústria sobre as vantagens da conexão dos processos.
Leia Mais

Loja do Cake Boss em SP faz aniversário e clientes ganham presente

No dia 7 de dezembro, quem comprar um canollo leva o segundo de graça.
Leia Mais