Comércio Digital

Dia do Consumidor deve gerar faturamento de R$ 258 milhões no e-commerce

Dia do Consumidor deve gerar faturamento de R$ 258 milhões no e-commerce

Relatório da Ebit|Nielsen estima uma alta de 18% no faturamento, com relação ao ano anterior. 43% dos consumidores pretendem comprar na data de descontos, a principal do primeiro semestre. Gasto médio é estimado em R$ 481.

 

As promoções referentes ao Dia do Consumidor Brasil devem gerar faturamento de R$258 milhões no e-commerce em 2019, alta de 18% em comparação com os R$229 milhões reportados na data no ano passado, aponta a Ebit|Nielsen, referência em informações sobre o comércio eletrônico brasileiro.

O número de pedidos deve subir de 521.322 mil para 536.382 mil, alta de 2,9%, enquanto o tíquete médio deve crescer 14,5%, de R$420 para R$481.

Este ano, a data foi celebrada no dia 13 de março, mas as promoções se estendem por toda a semana, que vai até dia 15. Em termos de faturamento médio diário, o Dia do Consumidor Brasil só perde para a Black Friday, principal período para o comércio eletrônico.

Dados da Ebit|Nielsen apontam que categorias tradicionais, como Eletrônicos, Eletrodomésticos, Moda & Acessórios, Casa & Decoração e Cosméticos & Perfumaria devem ser as mais buscadas pelo consumidor. Entretanto- assim como na Black Friday - categorias menos tradicionais, como Alimentos & Bebidas, Pet Shop, Papelaria e Turismo também têm espaço para faturar mais.

O progresso de importantes datas, como o Dia do Consumidor, deverá ser um dos principais fatores a impulsionar o desenvolvimento do e-commerce em 2019. A Ebit estima crescimento de 15% para o e-commerce em 2019 com vendas totais de R$61,2 bilhões. Os pedidos devem ser 12% maiores, chegando a 137 milhões, e o tíquete médio deve ser de R$447, aumento de 3%.

 

Fonte: Primeira Página com informações da assessoria de imprensa da Nielsen.

Pesquisas Francal

O que você prioriza na hora de fazer uma compra?

Redes Sociais

Assine nossa Newsletter